Fisiologia Pós-colheita

Home      Tecnologia     Fisiologia      Horticultura      Horticultura Ornamental      Pesquisa

 

 

Disciplina de Fisiologia Pós-colheita

Mestrado em Ciência e Tecnologia Pós-colheita

Faculdade de Ciências da Universidade do Porto

Ano Lectivo de 2003/04, 2º Trimestre

 

Pontos programáticos a abordar

 

1.      Respiração

1.1.   Comparação das taxas de respiração de diferentes produtos

1.2.   Papel central da respiração no metabolismo

1.3.   Originalidades da mitocôndria vegetal

1.3.1.     Oxidação do malato

1.3.2.     Oxidase alternativa

1.3.3.     Outros sistemas de dissipação de energia

1.4.   Regulação da glicólise

1.5.   Carga energética

1.6.   Padrão respiratório climatérico e não-climactérico: hipóteses sobre o seu significado

1.7.   Quociente respiratório para diferentes substratos

1.8.   Oxidases de elevado Km e de baixo Km

 

 

Leituras sugeridas

 

Leituras complementares

Contreiras, J. 1992. Fisiologia e bioquímica da respiração das plantas superiores. Fundação Calouste Gulbenkian, Lisboa.

Seymour, G. B, Taylor, J. E. & Tucker, G. A. 1993. Biochemistry of fruit ripening. Chapman & Hall, London.

 

O que deve saber?

  1. Reconhecer o papel central da respiração no metabolismo.

  2. Reconhecer os problemas metodológicos na determinação experimental da taxa de respiração. Dar exemplos de oxidases que catalisam outras reações que consomem O2.

  3. Conhecer o efeito do cianeto na taxa de respiração e relacioná-lo com um dos sistemas de dissipação de energia.

  4. Definir e utilizar o conceito de quociente respiratório. Relacionar os valores com o substrato respiratório predominante.

  5. Explicar o metabolismo do malato durante o amadurecimento de frutos.

  6. Dar exemplos de factores que afectam a taxa de respiração. Conhecer o efeito da temperatura na taxa de respiração e calcular e utilizar o Q10.

  7. Calcular a taxa de perda de peso seco e a taxa de produção de calor.

 

Domingos Almeida · 2004 · Faculdade de Ciências · Universidade do Porto