Fisiologia Pós-colheita

Home      Tecnologia     Fisiologia      Horticultura      Horticultura Ornamental      Pesquisa

 

 

Disciplina de Fisiologia Pós-colheita

Mestrado em Ciência e Tecnologia Pós-colheita

Faculdade de Ciências da Universidade do Porto

Ano Lectivo de 2003/04, 2º Trimestre

 

 

1.      Biossíntese e acção do etileno

1.1.   O etileno na biologia vegetal

1.2.   Efeitos do etileno no contexto da pós-colheita: desejáveis e indesejáveis

1.3.   Classificação dos produtos hortofrutícolas com base na taxa de produção de etileno

1.4.   Biossíntese

1.4.1.      ACC sintase

1.4.2.      ACC oxidase

1.4.3.      Reciclagem do enxofre: ciclo de Yang

1.4.4.      Inibição da síntese do etileno

1.4.5.      Estratégias moleculares para reprimir a síntese

1.5.   Transdução do sinal

1.5.1.      Receptores

1.5.2.      Mediadores

1.5.3.      Inibidores da acção do etileno

1.6.   Análogos do etileno

 

Leituras sugeridas

Woltering, E. J. & de Vrije, T. 1995. Ethylene: a tiny molecule with great potential. BioEssays 17: 287-290.

Watkins, C. 2002. Ethylene synthesis, mode of action, consequences and control. In Knee, M. (ed) Fruit quality and its biological basis. Sheffield Academic Press, Sheffields.

 

O que deve saber?

  1. Distinguir as respostas da respiração dos frutos climactéricos e dos frutos não-climactéricos quando expostos a etileno,

  2. Explicar as diferenças de regulação da síntese do etileno nos sistemas 1 e 2,

  3. Descrever a conversão da metionina em etileno e conhecer as enzimas intervenientes,

  4. Explicar as estratégias de silenciamento químico da síntese do etileno, referindo inibidores da ACC sintase,

  5. Explicar as estratégias moleculares que têm sido seguidas para reprimir a síntese de etileno,

  6. Explicar a percepção e transducção do sinal do etileno e o modo de acção dos produtos químicos que inibem a acção do etileno.

 

Domingos Almeida · 2004 · Faculdade de Ciências · Universidade do Porto