Fisiologia e Tecnologia Pós-colheita

Curso de Especialização em Fruticultura

Home      Tecnologia     Fisiologia      Horticultura      Horticultura Ornamental      Pesquisa

 

 

Disciplina de Fisiologia e Tecnologia Pós-colheita

Pós-Graduação em Fruticultura

Instituto Superior de Agronomia · 2005

(Versão pdf)

 

Introdução

A disciplina de Fisiologia e Tecnologia Pós-colheita está concebida para abordar de forma teórica aspectos da fisiologia do amadurecimento de frutos. Estes conhecimentos serão utilizados para fundamentar as perdas quantitativas e qualitativas que ocorrem no período pós-produção de frutas. Em articulação com os aspectos biológicos, estudam-se as tecnologias disponíveis para alterar os processos fisiológicos estudados e procurar manter a qualidade das frutas durante o período pós-colheita.

As minhas expectativas em relação aos alunos e a minha filosofia de ensino e avaliação constam do meu dossier de docência em http://dalmeida.com/ensino/ensino.htm

 

 

Objectivos

A disciplina tem como objectivos gerais proporcionar aos alunos a oportunidade de aprenderem:

(1) as bases fisiológicas da qualidade da fruta e da sua evolução durante o período pós-colheita;

(2) as principais tecnologias utilizadas para conferir mais-valia, manter a qualidade e transportar frutas entre a colheita e o consumo.

 

 Avaliação

Elaboração, apresentação e discussão de projectos que envolvam aplicações dos conhecimentos adquiridos nas aulas. Ver especificações no documento anexo.

 

 

Programa
 

A- Panorâmica da Ciência e Tecnologia Pós-colheita

 

B- Considerações biológicas

1.      Fisiologia da senescência e da morte natural

2.      Crescimento, desenvolvimento e amadurecimento de frutos. Conceitos. Alterações fisiológicas que ocorrem durante o amadurecimento e sua regulação

3.      Respiração e homeostasia. Respostas às variações de concentração de CO2 e de O2 na atmosfera

4.      Biossíntese e acção do etileno

5.      Alterações estruturais e funcionais nas membranas durante a senescência e danos causados pelo frio

6.      Fisiologia e bioquímica das alterações de cor

7.      Stresse oxidativo em pós-colheita

8.      Mecanismos fisiológicos do desenvolvimento de alguns acidentes:

8.1.   Escaldão

8.2.   Defeitos internos: acastanhamentos e cavidades

9.      Parede celular e alterações de textura

 

C- Aspectos tecnológicos

1.      Índices de maturação, colheita e preparação para o mercado

2.      Danos mecânicos

3.      Psicrometria e perda de água

4.      Temperatura. Refrigeração mecânica. Arrefecimento

5.      Composição da atmosfera.

5.1.   Gases inorgânicos: atmosfera controlada e modificada

5.2.   Gases hormonais. Utilização comercial do etileno Utilização comercial do etileno. Estratégias para evitar os efeitos negativos do etileno. Potencial utilização do NO

6.      Sistemas de armazenamento

7.      Transporte

8.      Revestimentos comestíveis

9.      Embalagem


Domingos Almeida · 2005