Home Programa Calendário Documentação Pesquisa

Dianthus caryophyllus

Nome científico: Dianthus caryophyllus

Família: Caryophyllaceae

Nomes comuns: (sinónimos): Cravo, cravina

Nome em inglês: Carnation

Origem: Região Mediterrânica

Ciclo vegetativo: Perene de curta duração

Ciclo cultural: Normalmente explorada durante 2 anos para flor de corte

Utilização: Flor de corte. Existem cultivares para cultura em vaso.

Folhas: Sésseis, de inserção oposta, forma linear.

Caule: Herbáceo, ramificado, porte erecto, nós salientes

Flor: Solitária ou em panícula. Cálice tubular com 5 sépalas. Flores dobradas.

Fruto: Cápsula

Altura: Atinge de 50 a 100 cm.

Época de floração: Em condições adequadas pode florir durante todo o ano.

Solo: Adaptável a diversos tipos de solo. Prefere solos franco-arenosos. Sensível à falta de arejamento.

Clima: Cultura microtérmica, exigente em luminosidade. Planta de dia-neutro.

Propagação: Propágulos são estacas enraizadas.

Cultura: A cultura para flor de corte em estufa é tecnicamente exigente.

Classificação de cultivares: Cravo (monoflor) e cravina. Com base na cor da flor, forma das pétalas (margem lisa ou dentada).

Pragas e doenças: Afídeos, ácaros, tripes, mosca branca; Fusarium, Rhizoctonia, Alternaria, Botrytis, ferrugem.

Espécies relacionadas: Diversas espécies de Dianthus utilizadas como plantas de canteiro.

Notas adicionais: Uma das principais flores de corte. Nome Dianthus  significa "flor divina".

 

 Compilado por: Domingos Ferreira de Almeida, 2001

 

 

Home | Ensino | Investigação | Perfil Pessoal | Contactos

Copyright Domingos Almeida 1999-2004. Todos os direitos reservados.
Última actualização: 11/03/03.